Capa do livro

Ponto.SP

fotografia Eduardo Girão ; curadoria da exposição Diógenes Moura

Autor de uma fotografia de relações, Eduardo Girão criou uma série de imagens sobre uma cidade invadida por resquícios e marcas de uma civilização que, convivendo nas ruas, pouco se preocupa com ela. Então a cidade sofre e não se cala como receptora de um descuido anunciado. Ponto.SP é um esquema de tensão sobre São Paulo. Aqui não há um céu luminoso em preto e branco, nem um plácido mar hiper-realista, nem o desenho do vento balançando tiras de samambaias de plástico. Nem há sugestão de nada disso. Essas "fotoformas" existem para falar da alma de uma metrópole no que ela tem de mais radicalmente concreto e no que ela precisa para ser mais afetuosamente compreendida. (...)

(FONTE: a publicação)

Identificação
Título
Ponto.SP
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2004
Número de Páginas
1 vol. não paginado
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Impressão
Outros
Forma Física
Largura (cm)
15
Altura (cm)
15
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Canoa com grampos
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Contém poema de Airton Tadeu Bovo.

Notas de exposição

Catálogo de exposição homônima, realizada na Pinacoteca do Estado de São Paulo, de 17 de janeiro a 4 de março de 2004.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
Acervo Consultado
A+
A-