Capa do livro

Yanomami

fotografias Claudia Andujar

A maioria das fotografias foram realizadas entre 1972 e 1976, período durante o qual Claudia Andujar mantem uma convivência mais íntima com o povo Yanomami. Ao final de 1976, junto com outros estudiosos e antropólogos estrangeiros, é arbitrariamente enquadrada na Lei de Segurança Nacional e forçada a deixar a terra Yanomami. A proibição de retornar durará até 1978, quando, já empenhada na campanha de demarcação das terras e na defesa dps Yanomami, voltará vezes às aldeias, permanecendo períodos mais curtos. Continuará fotografando e registrando os efeitos desestruturantes do contato, intensificado nos anos 80 e 90 com a invasão dos garimpeiros.

(FONTE: a publicação - texto adaptado)


Identificação
Título
Yanomami
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
1998
Número de Páginas
104 p.
ISBN / ISSN
8572341234 / 9788572341233
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Projeto Gráfico
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
28,5
Altura (cm)
22
Tipo de capa
Dura com sobrecapa
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de idioma

Textos em português e inglês.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
A+
A-